Ainda há homens que não sabem valorizar uma mulher.

Não valorizam suas conquistas, não sustentam seus amores, fogem quando percebem que estão na beira do precipício emocional!

Não são homens, são moleques assustados, que ainda curtem uma pornografia, não ficam satisfeitos com o que uma mulher pode dar, por mais incrível que esta possa ser, ele precisa da atenção das outras para provar suas masculinidade. Ele não resiste a um belo par de seios, não resiste a uma foto pornográfica do Instagram, ele precisa estar rodeado de “mulheres objetos” para não se sentir inferior.
Este homem quando encontra a “mulher da sua vida”, vai temer o futuro, o mergulho profundo… Vai estar presente com todo o seu amor nos encontros, porque sabe que ali mora seu refugio seguro, mas na primeira oportunidade, longe dela, vai fingir que nada aconteceu! Vai ser apenas mais um cara que foi ali e comeu!

Quanta imaturidade por parte desse homens/moleques… Medo de se envolver! Medo do que essa mulher pode trazer, medo da potência que ele pode virar!

Ele não tem medo das próprias sombras, na verdade, ele se identifica com elas, mas ele morre de medo da sua própria luz, medo da luz que essa mulher vai fazer nele brilhar!

Meninos/moleques que cresceram e não aprenderam a amar uma mulher. Ninguém os ensinou a respeitá-las? A reconhecê-las? Ninguém contou a eles que elas são deusas? Que merecem seu carinho, que não precisa ficar de joguinho?
Amadureçam ! Ou melhor, Curem-se !

Anieli Talon